Já ouço falar disto desde, pelo menos 2007, mas parece que foi hoje dado o passo mais importante para que as tarifas de roaming acabem. As sobretaxas que cada um de nós pagava quando viajava para fora do país e fazia uma chamada, enviava uma mensagem (SMS) ou navegava na Internet, foram finalmente abolidas.

Esta medida tem efeitos práticos só a partir de 15 de junho de 2017 – sim, ainda falta muito tempo – e, segundo o comunicado do Parlamento Europeu, o novo regulamento permite que as empresas de telecomunicações criem

“condições destinadas a prevenir a itinerância permanente ou a utilização anómala ou abusiva de acesso grossista à itinerância para outros fins que não sejam a prestação de serviços regulados de itinerância aos clientes dos prestadores de serviços de itinerância enquanto viajam periodicamente na União”. Nos casos em que sejam verificados abusos, as operadoras poderão cobrar “uma pequena taxa”, que “não pode ser  superior ao limite máximo das tarifas grossistas que os operadores pagam pela utilização das redes de outros países da UE”.

Os limites daquilo que é considerado razoável só serão definidos a 15 de dezembro de 2016.

Anúncios