Esta é a versão 2.0 de um projeto que já tem alguns anos: janeiro de 2012.

Nesta altura, por via da crise económica que assolou o país, muitas foram as publicações impressas – de todo o tipo – que deixaram de existir. E uma delas foi a revista onde colaborava, primeiro como jornalista, depois como chefe de redação e, já nos últimos 2 anos da sua existência, como diretor da mesma.

Cada edição mensal debruçava-se, sobretudo, nos testes a equipamentos móveis, ainda na altura em que estes não eram muito “inteligentes” e mostravam um ecrã com apenas duas cores: o negro embaciado e o verde Matrix. Imagina o famoso Nokia 3310 para complementar esta descrição.

Percebes onde quero chegar? Já ando nisto das tecnologias eram os toques polifónicos o último grito da moda, the next big thing.

Decidi regressar porque voltei a entrar numa redação a convite de um grande amigo! Obrigado Pedro. E também porque estava na hora de voltar a escrever sobre o que me dá mais gozo escrever, sobre do que mais sei e sobre o que aprendi a gostar durante 7 excelentes anos na revista que – decididamente – mexeu com o “bichinho” do jornalismo que há em mim.

Estou contente!

Se também és fã de tecnologias, de coisas geek e das últimas tendências no mundo digital – e não só – espero estar à altura da tua preferência.

Se aceitas esta aventura sê bem-vind@!

Anúncios